13 de novembro de 2009

Entre aspas

Dançou e gargalhou como se ouvisse música
E tropeçou no céu como se fosse um bêbado
E flutuou no ar como se fosse um pássaro
E se acbou no chão feito um pacote flácido
Agonizou no meio do passeio público
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca e mostra a língua!