17 de novembro de 2009

Ah puxa, como eu queria uma tvzinha hoje em casa....

"Eu quis dizer, vc não quis escutar", eu diria pra mim mesma agora.
Não tenho o que explicar. Não saberia fazê-lo nem pra mim mesma.
Mas sabe quando vc só queria um colo quentinho, a novela das oito e chocolate quente?
Pois é.
Depois de acordar às 5 da matina pra correr pra Alagoinhas, vim direto trabalhar, não passei em casa e minha casa continua vazia.
Na verdade, cheia de música.
Mas gente, poxa vida, hoje eu só queria a burguesia. Deixa ela ficar limpa outro dia ok?
E hoje é Dia de esquina em salvador...

Meu fim de semana foi dos melhores. Visita de minha thuca, viagem pra Araçás e a súbita loucura de me picar pra Salvador no domingo à tarde pra ver a cara de surpresa de Juan. Fora os quatro geladinhos de uva que tomei. kisuco dos bons. Adoro!

Eu tô é cansada. Ontem aproveitei pra levar meu menino no dentista, pra colocar a massinha que caiu de madura. Passeamos, vimos o mar e ficamos agarradinhos pro tempo passar devagar. Mas passou. Aí de noite eu me arrumei toda pra voltar pra Alagodé. Mas Juan pediu chorando pra eu ficar. Eu não podia. Tinha de chegar bem cedo aqui hoje. Conversamos, as lágrimas cessaram e a despedida.

Fui pro ponto, acendi meu cigarro. Não havia lágrimas, mas meu coração estava num palpitar descontrolado e eu não sabia o que fazer. Chegou o ônibus. Mas eu não consegui ir. Voltei pra casa e ele nem acreditou. Nem eu. Dormimos mais felizes, sem dúvidas. E eu vi o sol nascer de outro jeito...

Um comentário:

  1. Esse amor incondicional me deixa boba. Acho que também seria capaz de jogar tudo pro alto, por uns momentos de felicidades desses que dinheiro algum paga.

    ResponderExcluir

Abra a boca e mostra a língua!