21 de janeiro de 2010

Cheiro de Mato.

De volta à urbanidade.
Passei a tarde inteira na Zona Rural, uma delícia.
Aqui, carros apressados cortando ruas; lá, rios cortando pedras, casas de taipa fazendo contando histórias.
Fiz uns registros. Mas tem que diminuir as fotos pra postar. Amanhã, prometo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca e mostra a língua!