16 de dezembro de 2009

Luis, "sei que há léguas a nos separar, tanto mar, tanto mar... Mas sei que é preciso navegar, navegar...".

Ah saudade. Vontade de ter vc aqui agora. Exercendo o intrínseco. Latente. saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca e mostra a língua!