20 de julho de 2010

Odoiá.


Muitas vezes realizamos desejos e não nos damos conta. Muitas vezes isso nos acontece sem que percebamos que estamos ali, diante de algo que tanto pedimos e que nos chegou sorrateiro e agora, esquecemos de simplesmente agradecer sua chegada. Já percebeu isso? Queremos tanto tantas coisas e pedimos muito mais do que agradecemos.

Hoje eu quero o exercício de agradecer. Se estivesse em salvador, levaria uma rosa para Iemanjá. Como estou aqui, tão distante do mar, vou regar o meu altar com as flores mais bonitas que encontrar no caminho.

Isso vale para desejos e pessoas. Vale para tudo nessa vida que nos chega de mansinho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca e mostra a língua!