31 de março de 2010

A liberdade enquanto processo de crescimento

“Se você quiser ir só um pouquinho mais fundo, poderíamos falar sobre a natureza da própria liberdade. Será que liberdade significa que você tem permissão pra fazer tudo o que quer? Ou poderíamos falar sobre tudo o que limita a sua liberdade. A herança genética de sua família, seu DNA específico, seu metabolismo, as questões quânticas que acontecem num nível subatômico (...). Existem as doenças de sua alma que o inibem e amarram, as influências sociais externas, os hábitos que criaram elos e caminhos sinapticos no seu cérebro. E há os anúncios, as propagandas e os paradigmas. Diante dessa confluência de inibidores multifacetados, o que é de fato a liberdade?”



Um trecho do livro A Cabana. Eu tô lendo, não tô gostando muito, mas... essa passagem é muito boa.

Depois tecemos mais sobre o livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca e mostra a língua!